A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) realizou a 1ª Reunião Extraordinária da Câmara de Saúde Suplementar (CAMSS) para discutir eventualidades e ocorrências da crise provocada pela Covid-19, bem como seus efeitos na saúde suplementar para operadoras e planos de saúde e até mesmo para os próprios beneficiários.

Na reunião, diversas informações foram destacadas e houve o realce da importância de debater e contribuir com novos desenvolvimentos, inclusive tecnológicos, para que haja um aprimoramento e aperfeiçoamento do setor, a fim de assegurar a proteção do beneficiário de plano de saúde no cenário atual.

Além disso, houveram destaques relacionados às dificuldades que o Poder Público e a própria iniciativa privada estão enfrentando por conta da Covid-19, sendo crucial a presença de discussões, debates e acordos que fortaleça ações coordenadas entre todos os setores de saúde a fim de preservar a vida de todas as pessoas.

O diretor-presidente substituto Rogério Scarabel informou que “A Agência possui forte demanda por leitos, profissionais de saúde, oxigênio, medicamentos para intubação, e embora possam surgir argumentos que essa regulação não faz parte das atribuições da ANS, é importante que saibamos identificar que todos esses pontos convergem no beneficiário, que é o foco principal de proteção da Agência.  Por isso, nada mais adequado nos reunirmos para chegar a um consenso para um pacto com a vida”.

Além disso, houve o enfoque de cuidados para a prevenção da Covid-19 com a manutenção de uma campanha que será veiculada em diversos canais de comunicação com ações indispensáveis pela população, como: utilização de álcool 70% para limpeza de objetos e locais, além do uso de álcool em gel; distanciamento social e evitar aglomerações; utilização da máscara; e buscar assistência médica na presença dos primeiros sintomas.

Por fim, houve a exposição de diversos argumentos e contribuições de todas as partes envolvidas para buscar pela solução em virtude do cenário atual que a pandemia se encontra. Assim, houve a determinação de priorização ao atendimento de pessoas que apresentam sintomas de Covid-19, bem como o direcionamento de todos os recursos para o combate à pandemia.

Tags:
0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

©2021 ANAB

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?