A Agência Nacional de Saúde Suplementar – ANS, por intermédio da Diretoria de Normas e Habilitação dos Produtos – DIPRO, em continuidade, às reuniões de análise das propostas de atualização do Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde – ciclo 2019-2020.

As reuniões foram realizadas nos dias 21 e 22 de janeiro as reuniões têm o objetivo de trazer novas metodologias de atualização do Rol, cujas regras estão estabelecidas na Resolução Normativa Nº 439/2018.

Nos encontros, estão sendo avaliadas as sugestões de tecnologias em saúde submetidas no processo de atualização do Rol e consideradas elegíveis.

Abaixo as tecnologias em saúde analisadas e as indicações de uso:

No primeiro dia – 21/01:


1. Axitinide. Tratamento de segunda linha de células renais metastáticos – Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica – Dr. André Fray – Oncologista. A apresentação foi contraposta pela Unimed do Brasil – Dra. Silvana Kelles e apoiada pela Dra. Elisa Presidente do Instituto de Oncologia.  

2. Cabozantinibe.  Tratamento do carcinoma de Células Renais avançado ou metastático – 2ª linha ou posteriores. – Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica – Dr. André Fray – Oncologista. A apresentação foi contraposta pela Dra. Clarice Petramali – Unimed do Brasil.

3. Lenvatinibe.   Em combinação com everolimo para o tratamento de tratamento de carcinoma de células renais avançado após tratamento prévio com terapia anti-angiogênica. – Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica – Dr. André Fray – Oncologista.

4. Lenvatinibe.   Tratamento de pacientes com carciboma hepatocelular avançado ou não ressecável em primeira linha.  – Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica – Dr. André Fray – Oncologista. Contraposto por Bruno S. Riveras – PhD e Leticia P. Leonart – Phd da Mapes, representando a Fenasaúde e a Abramge.  

5. Regorafenibe – Tratamento do carcinoma hepatocelular (CHC) em segunda linha. – Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica – Dr. Gustavo Fernandes – Oncologista. A apresentação foi contraposta na perspectiva da visão da Dra. Silvana Kelles – Unimed do Brasil. 

6. Regorafenibe – Tratamento do carcinoma colorretal (CHC) metastático em terceira linha. – Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica – Dr. Gustavo Fernandes – Oncologista. A apresentação foi contraposta na perspectiva da visão da Dra. Silvana Kelles – Unimed do Brasil. 

No segundo dia – 22/01:
1. Lenvatinibe – Tratamento de câncer diferenciado da tireoide refratário à radioiodoterapia. Apresentado pela United Medical Ltda – Dr. Leandro Brush – Médico Oncologista. Contraposto por Bruno S. Riveras – PhD e Leticia P. Leonart – Phd da Mapes representando a Fenasaúde e a Abramge. 

2. Vandetanibe – Tratamento de pacientes com carcinoma medular de tireoide localmente avançado irressecável ou metastático. Apresentação Medley Farmacêutica Ltda – Apresentado por Dr. Erico da Senofi.

3. Teste molecular por perfil de micrornas nódulos de tireoide – Classificação de nódulos de tireoide – Apresentada pela Fundação Instituto Polo Avançado da Salde de Ribeirão Preto (Fipase) Sociedade Beneficente Israelita Albert Einstein – Apresentado por Marcos Santos, PhD e Mariana Rosin – Phd. A apresentação foi contraposta pela Dra. Clarice Petramali – Unimed do Brasil.

4. Cobimetinibe – Tratamento de melanoma positivo para mutações BRAFV600 irressecável ou metastático, em combinação com vemurafenibe. Apresentado pela Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica – Dr. Rodrigo Ramella Munhoz – Oncologista. A apresentação foi contraposta na perspectiva da visão da Dra. Silvana Kelles – Unimed do Brasil. 

5Dabrafenibe – em combinação com trametinibe – Dabrafenibe em combinação com trametinibeno tratamento adjuvante de pacientes adultos com melanoma de estágio III com mutação BRAF V600, após ressecção completa – Apresentado pela Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica. Novartis Biociências SA – Dr. Rodrigo Ramella Munhoz – Oncologista. A apresentação foi contraposta na perspectiva da visão da Dra. Clarisse Petramali – Unimed do Brasil.    

6. Vismodegibe – Tratamento de carcinoma basocelular avançado. Apresentado pela Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica. – Dr. Rodrigo Ramella Munhoz – Oncologista. A apresentação foi contraposta na perspectiva da visão da Dra. Silvana Kelles – Unimed do Brasil. 

ANAB reafirma a importância das Administradoras de Benefícios e acompanha com entusiasmo o crescimento desta modalidade organizacional no mercado de saúde suplementar.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

©2020 ANAB

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?