Através desta nota a ANS reforçou a criação de um Grupo de Trabalho, formado por servidores de todas as Diretorias e da Procuradoria Geral da Agência, para avaliar, técnica e juridicamente, a viabilidade das sugestões recebidas.
 
A ANS divulgou, ainda, que aguarda retorno do Ministério da Saúde sobre a solicitação de envio de material complementar a fim de contribuir para o início da avaliação técnica e jurídica do conteúdo.
 
Após a avaliação da Agência, serão convidados os representantes da sociedade, como os órgãos de defesa do consumidor, entidades médicas e de saúde e representantes da academia, para participar do debate sobre o tema e sua viabilidade técnica e jurídica, sendo certo que somente após esse processo, a ANS irá se manifestar.
 
Por fim, a ANS ressaltou que não está em pauta a supressão de direitos e garantias dos atuais 48 milhões de beneficiários de planos de saúde existentes no Brasil.

©2019 ANAB

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?