Nos dias 07, 08 e 09 de novembro de 2018, a Associação Nacional das Administradoras de Benefícios (ANAB), representada por sua Superintendente Executiva, Andréa Ferreira dos Santos, prestigiou o 21º Congresso Internacional promovido pela União Nacional das Instituições de Autogestão em Saúde (UNIDAS), na Costa do Sauípe – Bahia.

Ao longo dos três dias de evento foram abordados temas como: O desafio de inovar na gestão em saúde; Temas jurídicos atuais das autogestões; Iniciativas para redução de custos; Saúde do trabalhador; O futuro da saúde suplementar; Mudanças nos modelos de remuneração; Inovação sustentável e consciente; Como o cuidado de saúde primário melhora a performance do sistema, dentre outros.

No painel sobre os temas jurídicos atuais das autogestões, José Luiz Toro, Consultor Jurídico da UNIDAS, fez um breve resumo das principais Audiências e Consultas Públicas que estão sendo realizadas pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), discutindo temas como o gerenciamento de riscos, compliance, governança corporativa e acreditação de operadoras.

Posteriormente, Daniel Meirelles, Diretor-Adjunto de Desenvolvimento Setorial da ANS, realizou sua palestra sobre as inovações para promover a qualidade da rede assistencial e das operadoras de planos de saúde. Daniel falou sobre as atuais discussões a respeito da coparticipação e franquia; bem como dos principais programas realizados pela ANS, tais como: programa de Atenção Primária à Saúde (APS); projeto Idoso Bem Cuidado; projeto Parto Adequado, dentre outros.

No segundo dia de evento, Rogério Scarabel, Diretor de Normas e Habilitação dos Produtos da ANS, ponderou que a segurança jurídica e a sustentabilidade do setor dependem da integração e do constante diálogo entre os diversos atores do mercado de saúde suplementar, que devem buscar juntos o aperfeiçoamento do marco regulatório.

Para Fabricio Campolina, Coordenador do grupo de Valued Based Care do Instituto Coalizão, a sustentabilidade do sistema de saúde depende do equilíbrio entre a percepção do cidadão quanto à experiência assistencial, a prevenção e os tratamentos apropriados que proporcionem desfechos clínicos de alta qualidade e os custos adequados em todo o ciclo de cuidado.

No painel sobre inovação sustentável e consciente, Paulo do Bem, gestor médico de atenção e inovação em saúde na Unimed Vitória, afirmou que a assistência acessível deve promover a redução dos custos de assistência à saúde não apenas para os consumidores, mas também para o Governo e para os empregadores.

O 21º Congresso Internacional UNIDAS contou também com a presença de outros palestrantes nacionais e internacionais, como Robert Janett, dos Estados Unidos e João Gonçalves, Joana Abreu e Paula Silva, de Portugal.

Para visualizar as apresentações realizadas ao longo do evento, basta acessar o link abaixo:

https://we.tl/t-v59FmViUKu

A ANAB, como entidade representativa, ratifica a importância da participação das Administradoras de Benefícios em todos os eventos do setor, contribuindo sempre para o fortalecimento destas no mercado de saúde suplementar.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

©2019 ANAB

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?