A ANAB – Associação Nacional das Administradoras de Benefícios – continua acompanhando a repercussão de novas denúncias que envolvem corrupção na área da saúde. Há um mês, o programa Fantástico, da Rede Globo, vem abordando o assunto, e ontem (01/02) destacou, mais uma vez, o tema em matéria. A publicação revela que 98% das próteses vasculares dos hospitais federais foram retiradas sem documentação. Há casos de total descontrole nos almoxarifados dos hospitais, com próteses que chegam a acima de R$ 100 mil.

A produção do programa teve acesso a informações sigilosas do banco de dados do SUS, que demonstra despreocupação no preenchimento dos documentos de requisições. Entre janeiro de 2010 e dezembro de 2013 foram tiradas dos estoques, 2.357 próteses vasculares, sendo 2.310 deles sem a AIH (Autorização de Internação Hospitalar).

A reportagem procurou a assessoria de imprensa do Ministério da Saúde que informou que nos seis hospitais federais do Rio foram implantadas, ainda no ano passado, medidas para aprimorar o gerenciamento de material médico-hospitalar, o órgão explicou também que um dos mecanismos de controle implantados é a utilização de salas específicas para material de alto custo e que as denúncias da reportagem serão investigadas.

É informado ainda que o ministro da Controladoria-Geral da União anunciou que vai fazer uma auditoria. Ele afirmou que o descontrole pode atingir também as redes estaduais e municipais de saúde.

A ANAB continuará o monitoramento de mídia para informar as associadas todos os desdobramentos dos fatos em questão, visto que ela tem especial ligação com o reajuste dos planos coletivos e consequentemente com seus milhões de beneficiários.

Confira no link a seguir a matéria veiculada ontem (01/02) no Fantástico:

http://g1.globo.com/fantastico/noticia/2015/02/materiais-caros-sao-retirados-sem-controles-dos-hospitais-federais.html

 

©2019 ANAB

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?